Link para UNISANTA

Resenhas

 

O caminho do poço das lágrimas

Autor: André Vianco

Você está preparado para cruzar O Caminho do Poço das Lágrimas? Naquela manhã, Jonas, Ingrid e Bosco não estavam quando despertaram subitamente em frente a uma sombria passagem de pedras, enveredando por uma floresta escura e fria. O trio voltava de uma viagem de final de semana quando o pai, Jonas, acabou errando o caminho. Agora, perdidos, Bosco - o caçula - tem sede Ingrid tem pressa e Jonas, tem medo. Medo de explicar aos filhos como foram parar diante do caminho do poço das lágrimas, medo de não ter tempo, medo de estar fazendo tudo errado em sua vida. O Caminho do Poço das Lágrimas, escrito por André Vianco e ilustrado por Lese Pierre, vai conduzir o leitor numa jornada tocante e inesquecível.



O Grande Gatsby

Autor: F. Scott Fitzgerald

Obra-prima de Scott Fitzgerald, O Grande Gatsby é o romance americano definitivo sobre os anos prósperos e loucos que sucederam a Primeira Guerra Mundial. O texto de Fitzgerald é original e grandioso ao narrar a história de amor de Jay Gatsby e Daisy. Ela, uma bela jovem de Lousville e ele, um oficial da marinha no início de carreira. Apesar da grande paixão, Daisy se casa com o insensível, mas extremamente rico, Tom Buchanan. Com o fim da guerra, Gatsby se dedica cegamente a enriquecer para reconquistar Daisy. Já milionário, ele compra uma mansão vizinha à de sua amada em Long Island, promove grandes festas e aguarda, certo de que ela vai aparecer. A história é contada por um espectador que não participa propriamente do que acontece – Nick Carraway. Nick aluga uma casinha modesta ao lado da mansão do Gatsby, observa e expõe os fatos sem compreender bem aquele mundo de extravagância, riqueza e tragédia iminente.



Eu sou o livreiro de Cabul - Shah Muhammad Rais

Shah Muhammad Rais é o personagem central do bestseller internacional “O livreiro de Cabul”, no livro a autora o referencia pelo pseudônimo de Sultan Khan. Esse sucesso foi produzido por Asne Seierstad, jornalista norueguesa, que em 2002 passou alguns meses no seio da família Khan. Ao narrar o seu dia-a-dia junto a família Khan a autora acaba relatando um pouco da cultura afegã bem como a miséria a que este povo foi submetido após décadas de guerras. Shah não gostou do pseudônimo que lhe foi dado, não gostou da interpretação da autora, não gostou de muito do que foi relatado e de muito que não foi... talvez até não tenha gostado do sucesso que o livro fez! E agora procura esclarecer as coisas. Analisando o ponto de vista de Shah percebemos que Asne se excedeu em alguns pontos: divulgar o local onde Shah escondia suas economias, num pais tão miserável quanto o Afeganistão isso pode transformar Shah e seus familiares em alvos de roubos e seqüestros também não deveria ter relatado as aventuras amorosas de seu filho, num país de tradições tão ortodoxas isso pode lhe custar a vida também não deveria ter descrito intimidades a cerca de sua mãe o que foi deselegante. Se estes são atos falhos de Asne, a forma ingênua, quase infantil com que Shah escreve não lhe confere grande credibilidade e nos faz questionar: não estaria Shah com ciúmes do sucesso de Asne? De qualquer forma é difícil julgar! Os acontecimentos se deram num lugar de cultura, valores e tradições totalmente diferentes das nossas, sobre circunstâncias totalmente adversas. Porém deixa claro que apesar das diferenças somos de fato todos iguais.
Resenha: Maurício Asenjo



Transformando suor em ouro - Bernardinho

Neste livro Bernardinho nos conta um pouco de sua história, de suas conquistas, mas engana-se quem pensa se tratar de um uma biografia ou de um livro sobre voleibol. Classifico o livro como de auto-ajuda ou sobre liderança. Muitas vezes me lembrou “O Monge e o Executivo” embora, na minha opinião, seja muito melhor do que este segundo. Bernardinho nos apresenta modelos, criados por ele mesmo, sobre os quais norteia seu trabalho a frente de suas equipes: a Roda da Excelência e a Escala de Valores. Porém, com uma visão mais simplista, percebe-se que seu trabalho baseia-se no tripé: treinamento preparação, motivação e policiamento dos egos e vaidades. Os princípios são simples, óbvios até, mas colocar isso em prática dentro de um grupo é muito complicado e aí esta o mérito do Bernardinho. Ao longo do livro ainda nos deparamos com frases maravilhosas: “Somos o que fazemos repetidamente. Pois o mérito não esta na ação e sim no hábito.” Aristóteles “A vontade de se preparar precisa ser maior que a vontade de vencer.” Bob Knight “Talento Médio + Determinação Alta = Bom Profissional Talento Alto + Determinação Alta = SuperProfissional Talento Alto + Determinação Baixa = Frustração” Bernardinho
Resenha: Maurício Asenjo



 

 

 

 


Links de Pesquisa:
 
     

                
Base de dados EBSCO - Consulta de periódicos científicos (integra o portal de periódicos CAPES), incluindo imagens em PDF e abrangendo distintas áreas do conhecimento.
Obs:
Acesso interno: através dos computadores da Instituição
Acesso remoto: através do Portal do aluno ou professor

Cursos habilitados:
Administração, Biologia, Ciências Contábeis, Pedagogia, Sistemas de Informação, Cursos em EAD e Mestrados.
 
Curso habilitado: Direito
Acesso: portal do aluno e portal do Professor.
Curso habilitado: Direito
Acesso: portal do aluno e portal do Professor.

Base de dados espanhola multidisciplinar
 
Portal de Periódicos da Capes
Conteúdo multidisciplinar
Não é necessário o uso de login e senha
Acesso somente nos computadores da UNISANTA

Biblioteca Eletrônica online

Biblioteca Virtual da Saúde BIREME

Biblioteca Virtual sobre Corrupção.